Três visões do Brasil: Lilia Schwarcz, Alberto da Costa e Silva e Luiz Eduardo Soares no evento do ITS

Por Maitê Marchandt Rabelo

Quais as principais questões sociais do presente, passado e futuro do nosso país? Essa foi a pergunta central do debate promovido pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS Rio) na última quarta-feira, 25 de fevereiro, reunindo a historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz; o historiador, ensaísta e poeta Embaixador Alberto da Costa e Silva e o antropólogo e cientista político Luiz Eduardo Soares para debaterem temas relativos à formação da sociedade brasileira e seus desafios atuais.

foto ITS Rio

Foto: Divulgação/ITS Rio

Lilia Schwarcz abordou a questão da mestiçagem brasileira como uma marca constante da formação do país. Para a professora, apesar de a palavra remontar à mistura (de povos, de raças, de culturas), no contexto brasileiro, também pode-se observar que a mestiçagem apresenta uma característica de separação. Ao mesmo tempo que a sociedade se mistura e se incorpora, ela se separa e se exclui, buscando a distinção entre um e outro. Lilia demonstrou, por meio de fotos de diferentes períodos da história brasileira, como a representação dos povos formadores do Brasil evidencia essa separação – seja na forma como o negro e o indígena eram representados (com diferenças entre si, inclusive), seja na própria exclusão da representação de determinados temas (como a escravidão).

Membro da Academia Brasileira de Letras, Alberto da Costa e Silva iniciou sua exposição questionando onde estaria o negro nas obras dos grandes escritores brasileiros. De forma inteligente e divertida, Costa e Silva destacou a ausência de representações profundas sobre a população negra e indígena brasileira na construção da imagem do país através dos tempos. Apesar disso, essas populações tornaram-se parte da identidade nacional: “A sociedade brasileira tem esqueleto português, sistema nervoso africano e sistema sexual ameríndio”, ponderou o diplomata. Em um de seus comentários mais audaciosos, Costa e Silva afirma que, no Brasil, “a casa grande imitou a senzala” ao mencionar as relações poligâmicas dos portugueses na América. De acordo com o historiador, “a casa era portuguesa, mas a forma como se vivia não era portuguesa”, pela convivência, em um só espaço tanto da família tradicional, quanto das amantes e seus descendentes.

Distanciando-se um pouco da abordagem histórica dos dois palestrantes anteriores, Luiz Eduardo Soares focou em questões mais atuais sobre a sociedade brasileira, como a naturalização da morte de jovens negros nas periferias do país. Para o antropólogo, a incapacidade de converter essa situação em respostas efetivas ocorre pela percepção de valores distintos para mortes, dependendo não só da classe social, mas, primordialmente, da cor de pele. “O problema é o racismo, o molde onde as desigualdades são vividas”, afirmou Soares. O escritor também assinalou o impacto profundo da massiva migração interna vivenciada no Brasil no século XX como um catalizador de questões sociais, pela transformação que ocasiona no sujeito migrante – o sujeito que parte não é o mesmo que chega; há uma metamorfose, uma mudança da autoconsciência do sujeito.

Como ponto comum, os três palestrantes compartilharam a ideia de influência mútua de fatores na construção identitária de um povo. Como Lilia Schwarcz resumiu bem, identidades são como culturas, tendo duas concepções: a identidade como a essência de um povo; ou a identidade como um processo. Neste caso, ela é uma construção social, que embaralha as categorias existentes e produz uma identidade nova, retirada dessas concepções anteriores. Dessa forma, identidade também é um processo dicotômico, de exclusão e inclusão, de mistura e separação, que transforma os indivíduos e é, por eles, transformada.

O evento foi gravado e estará disponível em breve no canal no Youtube do ITS Rio. Recomendamos que assistam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s