Claudia Simionato comenta: Paralelismo

 

Paralelismo refere-se à repetição sucessiva da mesma estrutura sintática em uma oração. O tema vez e outra aparece na primeira fase do CACD e é usado como critério de correção na prova dissertativa da segunda fase.

O Blog Sapi selecionou três questões do Cespe sobre o tema e pediu para a professora de Português e Redação Claudia Simionato comentá-las.

Atenção: Tente resolver as questões antes de ver o gabarito.

1. Prova de 2006 CACD

Insulado deste modo no país, que não o conhece, em luta aberta com o meio, que lhe parece haver estampado na organização e no temperamento a sua rudeza extraordinária, nômade ou mal fixo à terra, o sertanejo não tem, por bem dizer, ainda capacidade orgânica para se afeiçoar a situação mais alta”

No trecho “Insulado (…) à terra”, observa-se perfeito paralelismo sintático.

 

2. Prova de 2008 CACD

Esse é o serviço que vamos cumprir aqui, você e eu, de um e outro lado das palavras. Eu dou as vozes, você dá a escritura.

É exemplo de paralelismo sintático o estilo de construção do trecho “você e eu, de um e outro lado das palavras. Eu dou as vozes, você dá a escritura”.

 

3. Prova de 2004 CNPq

A sociedade humana organizou-se sobre alguns eixos que, ao longo da história da civilização, revelaram-se constantes, mas em permanente rotação: o manejo da técnica desde o domínio do fogo; a regulação das trocas desde a proibição do incesto; a ordenação do mundo pela nomeação do verbo; o controle das massas pela tomada do poder.

Há paralelismo sintático entre: “manejo da técnica” – “domínio do fogo”; “regulação das trocas” – “proibição do incesto”; “ordenação do mundo” – “nomeação do verbo”’ “controle das massas” – “tomada do poder”.

 

Comentários da Professora Claudia:

1. Prova de 2006 CACD

Gabarito: E. Não se dá perfeito paralelismo sintático. Paralelismo significa manter uma mesma estrutura entre duas partes. No exercício, para haver o paralelismo entre as orações, a estrutura da oração reduzida inicial deveria continuar a aparecer. O que se nota é o paralelismo no uso das orações adjetivas intercaladas, mas não há manutenção da estrutura reduzida inicial.

2. Prova de 2008 CACD

 

Gabarito: C. Esse é um caso em que se verifica a manutenção do paralelismo. Em “de um” e “de outro lado”, nota-se esse paralelismo. O problema seria se fosse colocado (como acontece muito nas provas de segunda fase do CACD) somente “de outro lado” sem a referência inicial a “de um lado”. Os termos, como acontece no exemplo, podem estar subentendidos (subentende-se o substantivo “lado” em “de um”, logo seguido por “outro lado”). Na oração seguinte, há também a manutenção da estrutura em “eu dou as vozes, você dá a escritura” (Sujeito + verbo + objeto), além de ser retomado o “eu” e “você” da oração anterior. Está operando uma estrutura paralela, em que nada de imprevisível aparece.

 

 

3. Prova de 2004 CNPq

Gabarito: C. O paralelismo também se mantém pela estrutura (substantivo + preposição + substantivo), com a mesma construção em todos os termos destacados. Esse é um exemplo de paralelismo perfeito, com todos os sintagmas articulados de forma igual.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s