Sugestão de leitura: o Brasil e o FMI

Durante a segunda metade do século XX, o Brasil recorreu algumas vezes ao Fundo Monetário Internacional para estabilizar a sua balança de pagamentos. A relação com o FMI, entrentanto, apresentou diversas dificuldades, tanto pelas exigências da organização internacional, que muitas vezes contrariavam os anseios desenvolvimentistas do governo brasileiro, quanto pelas sucessivas crises de liquidez que o país viveu nesse período.

Na sugestão de leitura de hoje, o diplomata Paulo Roberto de Almeida analisa a relação entre o Brasil e o FMI ao longo dos anos. Em “O Brasil e o FMI desde Bretton Woods: 70 anos de história“, o autor perpassa os diferentes momentos do relacionamento, que ele qualifica como “errático”, desde os períodos de maior dependência até a maior assertividade atual, viabilizada pelo aumento das reservas do país. Confira!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s