CACD 2018: prestar ou não prestar? Eis a questão!

Olá, sapientes!

Hoje no blog vamos falar sobre o sumido CACD 2018.

Cadê você, que ninguém viu?

Como já falamos algumas vezes aqui, o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata já é uma tradição que ocorre anualmente desde 1946. Apesar de o concurso normalmente acontecer no segundo semestre, em outros anos eleitorais (como 2010 e 2014), o certame teve todo seu processo concluído até junho. Isso ocorria porque, segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal, novas nomeações só podem ocorrer até seis meses antes do término do mandato do chefe do cargo (nesse caso, o ministro das Relações Exteriores).

A expectativa era que, em 2018, esse padrão se repetisse. No entanto, como já estamos em abril, é provável que a prova ocorra apenas no segundo semestre, como foi em 2017.

Entretanto, com o passar dos meses e a falta de notícias, sempre surge aquela dúvida: vai ter concurso esse ano?

Não temos fontes internas do Itamaraty, tampouco bola de cristal; mas temos vários anos passados para afirmar, com alguma segurança, que é mais provável ter concurso em 2018 do que não ter.

Dito isso, fica a pergunta: devo prestar o CACD 2018?

Essa dúvida é mais comum para pessoas que estão iniciando a preparação. Muita gente conhece o nível de dificuldade da prova e, por isso, acha que seria melhor esperar estar mais preparado para se inscrever.

Se você tem essa dúvida, pare e pense um pouco: será que você não quer evitar a prova por ter medo de ir mal?

A diplomata Claudia Assaf conta em seu livro Diário de Bordo sobre o primeiro CACD que ela prestou. Ela não fazia nenhuma ideia do que era o concurso. No dia da prova, o que viu era totalmente diferente do que esperava. O choque foi tão grande que ela passou vários anos sem tentar o concurso. Apesar desse hiato, o primeiro contato fez com que ela buscasse se preparar melhor nos anos seguintes. Em 2006, ela foi aprovada.

Podemos tirar duas lições da história de Claudia:

  1. O primeiro contato com o CACD é essencial.
  2. Para prestar a prova, é preciso alinhar as expectativas.

Não adianta prestar o CACD 2018 com grandes expectativas se você ainda não estudou o suficiente. Ao mesmo tempo, conhecer a prova — seu “inimigo” — é um importante passo na sua jornada rumo à aprovação.

Para responder se você deve ou não fazer o CACD 2018, vamos dividir os candidatos em três grupos, de acordo com o nível de preparação. Veja em qual você se encaixa e tire suas dúvidas!

  • Sua preparação ainda não começou

As pessoas nesse grupo já tomaram a importante decisão de se tornarem diplomatas, mas ainda estão no início dos estudos, ou ainda não começaram.

Nosso conselho é: faça a experiência. O que pode dar errado? A prova servirá como um termômetro do que você vai enfrentar nos próximos anos. Mas lembre-se: nada de ficar frustrado com o resultado! Não se cobre por algo que você nem tinha começado a se preparar ainda.

  • Sua preparação já começou, mas você não viu o edital inteiro ainda

Você já começou a estudar, já conhece o edital, até já fez alguns cursos, mas ainda não varreu todos os tópicos.

Nosso conselho é: prestar o CACD 2018 será uma chance de avaliar o que você já estudou — e apenas isso. Use-a para ver se sua preparação está sendo bem-sucedida e, caso contrário, retraçar a rota. Não se cobre pelos tópicos que você ainda não viu — haverá tempo para isso!

  • Você já viu todos os pontos, mas ainda não está totalmente seguro se está preparado

Temos uma notícia para você: ninguém nunca está! Vários diplomatas aprovados contam que não achavam que tinham estudado suficiente, ou que tinha aquele tópico que ele/ela não tinha visto direito… é normal.

Nosso conselho é: se joga! O que não pode é desistir antes mesmo de tentar. Se ser diplomata é o seu sonho, o CACD 2018 pode ser sua chance de aprovação. Você só vai saber se der o seu melhor.

Em suma, nossa resposta para a pergunta do post é simples: sim, preste o CACD 2018! Mas seja honesto(a) com o que esperar do concurso. Só assim a prova será não uma frustração, mas um degrau na sua jornada rumo ao Itamaraty.

Ah, e não se esqueça: a inscrição costuma custar entre 200 e 250 reais. Já é importante juntar um dinheirinho de agora, para não se surpreender quando o edital sair.

O CACD 2018 está chegando. Que tal começar a se preparar? Confira nossas novas turmas lá no site!

Até a próxima!


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s